lunes, 30 de junio de 2008

Misil anti-tristeza



Ilustración a tinta china y photoshop

5 comentarios:

Andres dijo...

holas de nuevo, nose si me podrias explicar bien este dibujo; me confundo si es un misil de alegria, o un misil que se va a llevar la tristeza a otra parte ^^, un gustazo ver tus imagenes saluos...

Anónimo dijo...

bomba para la depresion y todas las "muletas" que dia a dia imposibilitan a la gente.

Anónimo dijo...

hola, alguien podria por favor decirme el correo de Fito Espinosa. deseo contactarlo.
gracias. ahi dejo mi correo

wj.27@hotmail.com

fito espinosa dijo...

La idea básica es "armas para revivir", y es usar algo en su sentido opuesto. En vez de armas para matar, armas para vivir. Entonces un misil que nos defienda de la tristeza, o la depresión como dicen aquí arriba. Cuando uno se percate de que alguna tristeza está rondando por ahi queriendo apoderarse de nuestra territorio, zas! le lanzas el cohete. (jaja) y eso es todo.

Anónimo dijo...

Alguém próximo comentou: um lápis míssil! Sorri orgulhosa da observação porque este quadro é um pouco "pessoal"...
E o que fazes tu com os lápis: dibujas como a Fito?
Escreves como eu?

Porque tem um olhar tão triste el chico que dispara o míssil?

Não é suposto que um míssil anti-tristeza parta sem tamanha tristeza?

Podes sempre dizer, uma coisa é o míssil e outra bem diferente quem o opera, o dispara ou é obrigado a dispará-lo por força das suas funções/obrigações. Uma coisa não implica necessariamente a outra. Esta é a contradição que encontro nesta imagem.

É essa a arte do Fito, obrigar a pensar/repensar cada um dentro de si e cada conceito em si.

F.

ps: e é por isso que estou "cativa" até que ele decida disparar-me juntamente com o seu míssil através do Universo...